Rolando no #ViveiroRenascer

Como Cultivar | Amoras

Existem alguns tipos de amoras, dentre elas espécies e uma em especial no sul do Brasil que é conhecida por amora mas está longe de ser da mesma espécie desta específica. As que estaremos a cultivar são as espinhosas, possuem frutos um pouco maiores e porte de trepadeira. Alguns tipos podem ser destacados aqui: uma é bem silvestre, encontrada em áreas úmidas, muito pouco resistente à agrotóxicos, talvez por isso seja difícil de ser encontrada, essa possui frutos pequenos com um sabor ácido especial que faz valer a pena. Outra tem trepadeira mais desenvolvida, mas nem por isso tem fruto maior, mas a sua acidez é quase zero, assim como seu doce, mas pode servir para fazer doces, além de ser fonte de vitaminas, temos essa no viveiro. E por último a framboesa, talvez a mais popular delas, é também de tamanho muito maior dos frutos, muito usada em sucos e preparação de pratos, temos também no viveiro. A da imagem é o segundo tipo.
Depois de apresentados os tipos, a forma de plantio e cuidado é praticamente o mesmo. O plantio pode ser feito com mudas adquiridas em viveiros como também de galhos regularmente cortados, indica-se cortar cerca de 30cm de um galho mais velho e enterrar para que uma figa fique em baixo da terra, cerca de uns 10cm. O terreno precisa ter um espaço considerável disponível, a segunda ocupa um grande espaço, em um ano cerca de 4m quadrados, precisa ser perto de um barranco, cerca, pergolado ou alguma estrutura que faça o suporte da trepadeira. A terra a ser usada não precisa ser muito a risca, um substrato, cerca de 2Kg já é suficiente. A poda não é necessária, a menos que a trepadeira esteja ocupando um espaço que não seja conveniente, assim se pode realizar a retirada de galhos mais novos com uma alicate de poda. A colheita de frutos vai ser feita depois de uns três meses de plantio, a que temos no viveiro usamos tanto como cerca viva, tanto como suporte para um maracujá e para fruto.  
Abaixo uma playlist das amoras no #ViveiroRenascer
©Viveiro Renascer 2017; Todos Direitos Reservados