Rolando no #ViveiroRenascer

Anchieta 2017 | Perspectivas

Anchieta é o pequeno município do velho oeste catarinense conhecido por suas cachoeiras, pelo povo humilde e por outros atrativos. Segundo a estimativa do IBGE, em 2016 tinha apenas 5.909 habitantes, menos da metade que havia no ano de 1980, no auge da agricultura e exploração da madeira.

É o berço de nosso Viveiro Renascer, que está cuidando da natureza como nunca. Leia a matéria completa e veja porque Anchieta é especial.
  • Centro de Anchieta em 2017

Até parece, mas o Padre José de Anchieta não passou por aqui, o nome do município se deve ao trabalho dos padres Pedro Rubin e Afonso Correia, que na época atendiam a região e passaram pelo território anchietense celebrando. Como o trabalho era semelhante ao do Padre José de Anchieta, assim passou a ser denominado o município que foi emancipado em 20 de março de 1963. Antes de ser município, o território anchietense pertenceu a Chapecó, São Miguel do Oeste e por último Guaraciaba.
  • Morro do Sol com decolagem 

Pelos objetos fósseis encontrados no território de Anchieta, fica evidente que grupos indígenas foram os primeiros povos que viveram aqui de forma seminômade ou usando a natureza anchietense como parte dos caminhos intertribais da época.
  • Cidade vista de cima

Por volta da metade do século XX já se instalaram nas matas nativas donde é hoje o território de Anchieta, muitas famílias de caboclos vindas das regiões próximas do Paraná e do Rio Grande do Sul, por volta das décadas de 1930 e 1940 muitas famílias viviam aqui.
  • Paisagem de inverno

Com a chegada da Colonizadora Pinho & Terras LTDA, através do seu representante regional Olímpio Dal Magro, as terras do município foram divididas em colônias que eram vendidas às famílias de agricultores vindos, na sua maioria do Rio Grande do Sul. As famílias de caboclos que aqui viviam há mais de 20 anos, se não tivessem dinheiro para comprar suas próprias terras eram despejados pela justiça.
  • Fim de tarde no verão

A partir de 1950, começaram a chegar no território de Anchieta imigrantes italianos vindos dos municípios vizinhos, Guaraciaba, São Miguel do Oeste, Joaçaba e de regiões do Rio Grande do Sul, de onde veio a maior parte da população de Anchieta. Em busca de terras para produzir e de novas riquezas naturais, como madeira, na época.
  • Vista aérea em 2016

A partir de então, toda uma conjuntura desfavorável à agricultura e produção camponesa, se dá início a uma das maiores evasões ou êxodo rural, em todos os municípios da região, famílias mais jovens, filhos de habitantes do município, partem para outras regiões do país e até para o perímetro urbano do município para trabalharem nas empresas que aqui começaram a instalar-se.
  • Igreja Matriz Santa Lúcia

É importante destacar a produção de sementes de milho crioulas que são produzidas pelos agricultores no município e que são a expressão do acúmulo cultural dos sistemas de cultivo, uso e seleção pensada pelos camponeses e suas comunidades em todo o mundo. Estas sementes foram desenvolvidas ao longo do tempo passando de geração para geração, sendo produzidas, multiplicadas, selecionadas e conservadas pelas famílias camponesas.
  • Encontro Moto no West

Anchieta se destacou por vários anos a nível nacional e internacional com a realização da Festa Das Sementes Crioulas, era a cada dois anos, contando com a participação de pesquisadores, estudantes, agricultores, adeptos a agroecologia de todos os estados brasileiros e de vários países da América Latina, mas por vários motivos perdeu o posto internacional e atualmente só possui a Expo Anchieta como grande festa regional.
  • Ar Livre Ecoturismo

Em 2014 possuía 295 empresas e PIB per capita de R$ 19.676,78, em 2016 teve operações de crédito de R$ 71.868.680. Tem algumas grandes fábricas que exportam inclusive para outros países, empregando centenas de anchietenses.

Em sua natureza tem vários pequenos pedaços de áreas de preservação, muito devido ao terreno íngreme que impossibilita o uso agrícola e fica como reserva. Há uma diversidade quanto as espécies, a mata estacional decidual por ser úmida.
  • West Music Pub

Recebe muitas pessoas na casa de festas West Music Pub, com shows regionais e nacionais. Em 2016 o município ganhou a mídia local pela Ar Livre Ecoturismo, empresa privada de turismo que leva os visitantes aos passeios às várias cachoeiras (que também são destaque), aos voos de balão, a "Rota dos Sabores" e em eventos organizados pela própria.

Os eventos realizados desde pelos pequenos centros comunitários até as empresas privadas acabam por diminuir o êxodo de pessoas para outras cidades, ainda atraem pessoas de municípios vizinhos para conhecer e até ficar.
  • Primeiro Giro Bike

Mesmo com toda a visitação a economia do município continua sendo fortemente advinda da agricultura, tendo destaque a parte Leste do município, com relevo mais propício às atividades agrícolas. São cultivadas principalmente soja, milho e ainda fumo, mas com destaque a produção familiar de outros produtos.
  • Belvedere Hotel Pousada

Os rumos de Anchieta se voltam muito ao turismo ao ar livre, a agricultura mecanizada bem como as pequenas industrias. Mesmo sendo improvável acertar o futuro, o município vai se encaminhando para um lugar de aconchego e tranquilidade, onde se pode viver uma vida mais próxima a natureza e talvez mais calma.

Ficou com vontade de visitar Anchieta? Visite o portal de turismo da prefeitura e saiba mais como encontrar o melhor desse município.
  • Para finalizar veja mais uma foto, agora de uma cachoeira

*Dados: IBGE 
*Imagens: Marcos Snigura; Anderson Cavasin; Belvedere Hotel Pousada; West Music Pub; Viveiro Renascer; Prefeitura Municipal.

©Viveiro Renascer 2017; Todos Direitos Reservados