Rolando no #ViveiroRenascer

6 Dicas Para Atrair Pássaros ao Jardim

Um jardim é um pequeno ecossistema, uma ilha de natureza em meio à selva de pedra dos grandes centros urbanos. Eles nos proporcionam momentos de relaxamento, de se conectar com a natureza e se desintoxicar das energias da cidade. Da mesma forma, essas ilhas funcionam para as pequenas aves silvestres que vem nos alegrar com seu canto e suas cores.

Apesar de alguns pássaros terem se adaptado às cidades, a grande maioria deles busca seu habitat em parques, de árvore em árvore e de jardim em jardim. Nós podemos proporcionar a eles ambientes agradáveis, onde possam vir se alimentar, descansar e viver. Em troca, nosso jardim ganha novos movimentos, cores e sons maravilhosos, que tornam a nossa experiência mais contemplativa. Além disso, as pequenas aves nos ajudam a controlar pragas das plantas, comendo uma lagarta aqui, um pulgão ali. Elas enriquecem o próprio cardápio e livram nossas plantas de pragas indesejáveis.

Para atraí-las, oferecemos seis dicas simples de implementar, que não precisam de aparatos caros e que muitas vezes você mesmo pode fazer.
  • Plante espécies atrativas

Antes de qualquer coisa, pense em adquirir e privilegiar um ambiente natural, com espécies de plantas que são atrativas aos passarinhos, seja por oferecerem alimento, seja por oferecerem abrigo. Um jardim sem frutas e flores pode até ser um local de descanso, mas pode ser muito mais com plantas frutíferas. Árvores que produzem pequenos frutos geralmente são as favoritas, tais como o araçá, a uva-do-japão, jabuticaba, pitanga e a amora. As com ramagem densa e ramificada são próprias para fazer ninhos. As espécies de flores nectaríferas são adoráveis para os beija-flores, e serão um grande sucesso se florescerem o ano inteiro, como a flor-de-coral e a flor do campo.


Se as plantas que fornecem alimento frutificarem ou florescerem no inverno, será ainda melhor, visto que nessa época geralmente a oferta de comida é escassa e o jardim se tornará um oásis para as aves.
  • Ofereça alimento

A primeira ideia que surge na mente das pessoas na hora de atrair pássaros, é oferecer alimento. Mas, apesar de parecer muito fácil, não é bem assim. O ideal é que se pesquise sobre as espécies que se deseje atrair e ofereça alimentos que fazem parte do cardápio natural. Um erro muito comum é oferecer pão, arroz e farinha de milho, geralmente jogados no chão.

Estes alimentos são pobres em nutrientes e costumam atrair muitos pombos, além de ratos e camundongos, estimulando sua rápida reprodução, em detrimento de aves nativas. Pássaros preferem frutas frescas e sementes inteiras, que são mais nutritivas e saborosas. Comece oferecendo mamão e banana, além de misturas de grãos próprios para passarinhos. Você pode utilizar até aqueles bastões de grãos gelatinizados, para pendurar em árvores e varais por exemplo.

Alimentadores adequados, que fiquem acima do solo e preferencialmente em locais mais altos, também encorajam as aves mais tímidas a se aproximar. Utilize alimentadores que sejam convidativos e fáceis de serem higienizados frequentemente. Mantenha-os em locais sem acesso a cães e gatos. Se utilizar alimentadores para beija-flores, lembre-se de lavá-los e trocar diariamente.
  • Construa ninhos

Ninhos artificiais, além de servirem para refúgio, descanso e reprodução das aves, ainda acrescentam um aspecto delicado ao jardim. Compre ninhos prontos ou construa seus próprios ninhos, cuidando para que tenham tamanho interno adequado, assim como o orifício de entrada.

É importante que estes ninhos sejam limpos a cada ano ou ciclo reprodutivo, evitando assim uma possível transmissão de doenças entre as aves, ou ainda infestação de piolho. Uma boa impermeabilização vai garantir maior durabilidade dos materiais e facilitar a limpeza. Fuja dos modelos unicamente decorativos, que muitas vezes não são preparados para aguentar as intempéries do jardim e podem colocar as pequenas aves em risco, além de se estragarem rapidamente.
  • Ofereça água

A água servirá tanto para matar a sede, quanto para os divertidos banhos que os passarinhos gostam de tomar no calor. Mas lembre-se de manter a água sempre limpa e fresca, evitando a disseminação de doenças entre as pequenas aves. Não esqueça, quando você decide interferir na natureza, você se torna responsável também por suas ações. A água parada também poderá se tornar um foco para a reprodução de mosquitos, como o mosquito da dengue, portanto limpeza frequente é primordial.

Uma simples bacia com água já será suficiente para as aves. Se desejar uma opção mais sofisticada poderá se utilizar de pias batismais ou fontes com equipamentos movimentadores de água, bem interessantes, e até mesmo pequenos chafarizes, que aliás são muito atrativos para as aves, que preferem água corrente.

Se você já tiver, ou estiver pensando em criar um lago ornamental no seu jardim, vá em frente e dispense outras soluções. Quanto mais natural e inserida harmonicamente no ambiente for a fonte de água, mais sedutora ela será para os passarinhos. Se quiser ver nossos artigo sobre fonte ornamental acesse este link.
  • Ofereça areia

Isso mesmo! Muitos passarinhos gostam de tomar banhos de areia, que ajudam a eliminar os parasitas. Além disso eles precisam ingerir alguns grânulos regularmente. Estes grãos de areia se alojam na moela, um órgão especial, que ajuda a quebrar e descascar sementes duras, facilitando a sua digestão. Mantenha o local com areia sempre sob o sol, e revire regularmente para manter o material limpo.

O sol aquece a areia eliminando possíveis microrganismos que ali tenham se alojado. É interessante adicionar à areia, farinha de cascas de ovos, que pode ser adquirida em qualquer agropecuária. O calcário de conchas também pode ser utilizado para tornar a areia uma rica fonte de cálcio para os pássaros.
  • Cuidado com os perigos

Grandes janelas envidraçadas, assim como estufas, sacadas e outras estruturas revestidas com vidro, são responsáveis por matar milhões de passarinhos todos os anos. As aves se enganam e batem com muita velocidade, em pleno voo, sobre os vidros, em choques fatais na maioria das vezes. Atente para este fato e cole adesivos, instale telas ou de alguma forma descaracterize o local como de passagem.

Pesticidas devem passar longe de jardins atrativos para pássaros. Prefira utilizar produtos naturais e apenas em infestações realmente sérias, afinal, em poucas quantidades, os insetos são controlados pelos próprios passarinhos.

Outro grande inimigo das pequenas aves silvestres são os gatos domésticos. Assim, se você tiver os felinos peludos em casa ou na vizinhança, cuide para que os atrativos para os pássaros estejam fora do seu alcance e preferencialmente mantenha os gatos dentro de casa, onde estarão protegidos de ataques de cães e de pegar doenças de outros gatos. Um pequeno sino colocado na coleira do seu gato também pode ajudar a prevenir a caça de pássaros, mas ainda assim é melhor evitar o acesso do gato às áreas onde as aves vem visitar.

Tome muito cuidado também com o açúcar oferecido aos beija-flores, o açúcar branco que consumimos é extremamente tóxico aos pequenos pássaros e pode diminuir ainda mais com os poucos que restam. Procure dar somente água pura, sem outros açúcares.


Por fim, tenha paciência. Os pássaros não surgem da noite para o dia, apesar de algumas cidades, por serem menores, possuem mais chances de receber aves. São animais silvestres e muito ariscos na maioria das vezes. Eles vão aos poucos descobrindo e aprendendo sobre os novos lugares legais para um lanche ou descanso. Vá enriquecendo o seu jardim e quando você menos esperar eles estarão à sua vista, para serem admirados em todo seu esplendor.

©Viveiro Renascer 2017; Todos Direitos Reservados